Publicado em

Tarte rápida de Amêndoa

Gabriela Oliveira, receita dos livros “Cozinha Vegetariana à Portuguesa” e “Cozinha Vegetariana Doces e Sobremesas”

Ingredientes
• 100 g de amêndoa laminada ou palitada
• 200 g de amêndoa ralada 
• 1 c. sopa de linhaça moída
• 1 c. sopa de sementes de chia
• 4 c. sopa de água quente
• 4 c. sopa de manteiga vegetal ou azeite
• 1 cháv. de leite vegetal
• 1 cháv. de açúcar mascavado
• 1 cháv. de farinha de trigo
• 1 pitada de sal fino
• 1 c. chá de canela em pó
• 2 c. chá de fermento em pó
• 1 limão (raspa)
• 1 c. sopa de xarope de agave (opcional para decorar)

Preparação
1. Reserve a amêndoa laminada ou palitada, e a amêndoa ralada.
2. Numa taça, misture a linhaça e as sementes de chia com a água quente e bata energicamente até formar uma goma. Junte a manteiga, o leite, o açúcar, a farinha, a amêndoa ralada, o sal, a canela, o fermento e a raspa de limão, batendo entre cada adição.
3. Unte uma tarteira (de 22 cm), verta a massa e disponha por cima a amêndoa laminada ou palitada. Se desejar um acabamento brilhante, deite o xarope de agave em fio no topo.
4. Leve ao forno preaquecido a 180 °C por cerca de 35 a 40 minutos (verifique a cozedura espetando no centro da tarte um palito, que deverá sair seco). Deixe arrefecer e desenforme. 

Nota: Para a versão sem glúten, substitua a farinha de trigo por 1/2 chávena de farinha de arroz integral e 1/2 chávena de amido de milho.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Salada de Macarronete com Pesto de Noz

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Rápida e Prática”

Ingredientes
• 2 cháv. de massa macarronete cozida (integral ou sem glúten)
• 2 cháv. de ervilhas (congeladas ou cozidas)
• 200 g de cogumelos Portobello
• 2 dentes de alho
• ½ pimento vermelho
• 10 tomates-cherry
• 10 azeitonas
• 1 fio de azeite
• sal q. b.
• orégãos, manjericão e pimenta preta q. b.
• 1 cháv. de folhas tenras de rúcula ou de espinafre
• 1 limão para servir

MOLHO PESTO DE NOZ
½ cháv. de nozes
1 dente de alho
6 folhas de manjericão
2 pezinhos de salsa
1 pitada de sal
4 a 6 c. sopa de azeite
1/3 cháv. de água fria

Preparação
1. Reserve as massas e as ervilhas cozidas. Lamine os cogumelos, pique o alho e corte o pimento em tirinhas e o tomate em quartos; descaroce as azeitonas.
2. Leve ao lume uma frigideira com um fio de azeite e salteie os cogumelos com o alho e o pimento por cerca de 5 minutos ou até os cogumelos murcharem; tempere com sal, orégãos, manjericão e pimenta preta. Deixe arrefecer.
3. Prepare o molho pesto. Deite num copo as nozes, o alho, as folhas de manjericão, a salsa, o sal, o azeite e a água e triture até obter um creme fluído.
4. Num prato ou taça de servir, disponha as massas, as ervilhas, a mistura dos cogumelos, o tomate, as azeitonas e as folhas de rúcula. Antes de servir, envolva o molho pesto e polvilhe com orégãos.

Nota: A adição de água no molho torna-o mais leve e com menor teor de gordura e calorias; pode conservá-lo no frigorífico até 3 dias.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Caldeirada de Cogumelos

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana à Portuguesa”

Ingredientes
• 300 g cogumelos pleurotus rosa (ou shiitake)
• 700 g de batata ou de inhame
• 2 cebolas
• ½ pimento vermelho
• ½ pimento amarelo
• 2 dentes de alho
• 2 tomates grandes maduros
• 2 folhas de louro
• ½ ramo de coentros
• 100 ml de vinho branco
• 2 cháv. de água quente
• 1 a 2 c. chá de pimentão-doce
• 1 c. café de açafrão-das-índias
• pimenta preta ou pimenta-de-caiena q. b.
• sal q.b.
• 2 c. sopa de algas marinhas (opcional)
• 100 g de folhas tenras de espinafre
• azeite q.b.

Preparação
1. Corte os cogumelos em pedaços; corte a batata em fatias finas, o pimento em tirinhas e a cebola em rodelas; pique o alho e o tomate (sem pele).
2. Numa caçarola com um fio de azeite, refogue a cebola e o alho com o louro; junte o tomate e mexa até ficar macio. Adicione a batata, 2 raminhos de coentros, o pimento, a água a ferver e o vinho; tempere com o pimentão-doce, o açafrão, pimenta e sal; tape e deixe cozinhar por cerca de 15 a 20 minutos. A meio do tempo, junte os cogumelos e a alga em tirinhas (demolhe-a por 3 minutos).
3. No final, junte as folhas de espinafre e os restantes coentros picados e regue com um fio de azeite. Sirva bem quente.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Guacamole de Tremoço

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Rápida e Prática”

Ingredientes
• 1½ cháv. de tremoços (200 g)
• 1 abacate maduro
• 1 dente de alho
• 2 a 4 c. sopa de azeite
• 1 pezinho de coentros ou hortelã
• 1 pezinho de manjericão ou salsa
• 4 c. sopa de água ou de leite vegetal (se necessário)
• 1 cebolinha
• 1 tomate maduro
• sal fino q. b. (se necessário)
• pimenta preta ou pimenta-de-caiena q. b.
• sumo de limão (opcional)

Para os wraps
6 wraps ou tortilhas integrais
½ pepino doce
1 cháv. de folhas verdes (alface, rúcula, espinafre, chicória ou outras)

Preparação
1. Descasque os tremoços: faça um pequeno golpe nos tremoços e pressione-os entre os dedos para soltar as cascas (se preferir, ignore este passo e não descasque).
2. Misture os tremoços, o abacate, o alho, o azeite, os coentros e o manjericão, e triture até obter uma pasta homogénea (use um processador, varinha mágica ou robô de cozinha). Se estiver demasiado espessa, adicione a água e volte a triturar. Transfira para uma taça.
3. Pique finamente a cebola e o tomate; deite na taça e tempere com sal (se necessário), pimenta e um pouco de sumo de limão. Envolva bem, prove e retifique o tempero.
4. Leve ao lume uma frigideira e aqueça os wraps.
5. Recheie os wraps. Deite no centro duas colheradas do guacamole de tremoço, o pepino cortado em fatias finas e as folhas verdes; dobre a base e o topo, e enrole. Repita a operação até terminar os ingredientes. Sirva os wraps cortados na diagonal.

Nota: O guacamole é uma pasta de abacate típica da culinária mexicana. A junção do abacate e do tremoço português torna esta pasta mais criativa, nutritiva e intensa de sabores. É importante escolher um abacate maduro com a polpa macia; não use se estiver muito firme ou verde. Para a versão sem glúten, opte por wraps ou tortilhas sem glúten.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Bolo de Iogurte e Mirtilo

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Doces e Sobremesas”

Ingredientes
• 2 iogurtes de soja naturais (2 x 125 ml)
• ½ cháv. de leite vegetal
• ½ cháv. de óleo de girassol ou de coco
• 1 limão (raspa e sumo)
• 1 ½ cháv. de farinha de trigo ou de espelta
• ½ cháv. de farinha de trigo integral ou de espelta integral
• 1 cháv. de açúcar amarelo
• 1 pitada de sal fino
• 1 pitada de açafrão-das-índias
• 1 c. sopa de linhaça moída
• 1 c. sopa de psílio em pó
• 1 c. sopa de fermento em pó
• ½ c. café de bicarbonato de sódio
• ½ cháv. de mirtilos

COBERTURA
¾ cháv. leite vegetal
2 c. sopa de amido de milho
1 a 2 c. sopa de açúcar amarelo
1 pitada de açafrão-das-índias
1 c. sopa de manteiga vegetal
½ limão (raspa)
mirtilos q. b. para decorar

Preparação
1. Numa taça, misture o iogurte, o leite, o óleo e 2 colheres de sopa de sumo de limão.
2. À parte, misture os ingredientes secos: as farinhas, o açúcar (peneirado), o sal, o açafrão- das-índias, a linhaça, o psílio, o fermento, o bicarbonato de sódio e a raspa do limão.
3. Verta a mistura do iogurte na taça das farinhas e envolva com uma espátula para obter uma massa homogénea; misture os mirtilos gentilmente.
4. Deite a massa numa forma retangular (untada ou forrada com papel vegetal) e leve ao forno preaquecido a 180 °C por cerca de 40 minutos (verifique a cozedura espetando um palito no centro do bolo que deverá sair seco). Deixe arrefecer e desenforme.
5. Prepare a cobertura. Dissolva bem o amido num pouco de leite frio; junte o restante leite, o açúcar e o açafrão e leve ao lume por 5 minutos ou até engrossar, sem parar de mexer. Retire, misture a manteiga e deixe arrefecer um pouco. Decore o topo do bolo com o creme, mirtilos e raspas de limão.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Leite-creme

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Doces e Sobremesas”

Ingredientes
• 4 c. sopa de amido de milho
• 2 cháv. de leite vegetal (500 ml)
• 2 a 4 c. sopa de açúcar amarelo, mascavado ou de coco + um pouco para polvilhar
• 1 casquinha de limão
• 1 pau de canela
• 1 c. café de extrato de baunilha ou 1 vagem de baunilha (opcional)
• 1 pitada de açafrão-das-índias

Preparação
1. Dissolva bem o amido num pouco de leite (frio), mexendo energicamente para evitar grumos.
Junte o restante leite, o açúcar, a casca de limão, o pau de canela, o extrato de baunilha e o açafrão-das-índias. Leve a lume brando por 8 minutos ou até engrossar, sem parar de mexer.
Retire a casca de limão e o pau de canela.
2. Deite em taças individuais, ainda quente. Polvilhe o topo com um pouco de açúcar e queime com um maçarico para caramelizar. Deixe arrefecer e sirva com canela em pó.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Mousse de Manteiga de Amendoim

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Doces e Sobremesas”

Ingredientes
• 1 lata de leite de coco (400 ml)
• 4 c. sopa de manteiga de amendoim (cremosa)
• 4 a 6 c. sopa de xarope de agave ou açúcar de coco
• ½ limão (raspa)
• 1 quadrado de chocolate e folhas de hortelã (para servir)

Preparação
1. Coloque a lata do leite de coco no frigorífico, ao alto, por 8 horas (não agite).
2. Abra a lata do leite de coco e retire o creme (a parte sólida que fica por cima) e um pouco de soro do fundo. Coloque numa taça e junte a manteiga de amendoim, o xarope de agave e a raspa de limão; bata até obter uma mistura cremosa e homogénea (use a batedeira; se ficar muito espesso, junte mais um pouco de soro).
3. Deite em taças individuais e leve ao frigorífico por 2 horas. Sirva com raspas de chocolate e folhas de hortelã.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Papas rápidas de Aveia e Laranja

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Rápida e Prática”

Ingredientes
• 1 cháv. de leite vegetal
• 1 laranja (raspa e sumo)
• 1 cháv. de flocos finos de aveia
• ½ banana, ½ pera ou ½ maçã picada
• 1 c. café de canela em pó + um pouco para servir
• 1 pitada de açafrão-das-índias
• 1 pitada de sal
• fruta a gosto para servir
• 1 c. chá de xarope de ácer ou de agave para servir (opcional)

VARIANTES
1 c. sopa de cacau cru em pó + 1 quadrado de chocolate
1 c. sopa de farinha de alfarroba
1 c. sopa de manteiga de amendoim, de amêndoa ou de avelã

Preparação
1. Misture o leite e o sumo da laranja e leve ao lume até começar a ferver; retire e junte os flocos de aveia, a raspa da laranja, a banana picada, a canela, o açafrão e o sal, e envolva bem.
2. Deite em taças, decore com fruta fresca a gosto e polvilhe com canela. Se desejar, adoce com um fio de xarope de ácer. Sirva quente ou frio.

Nota: Qual é o segredo para que estas papas de aveia sejam tão saborosas e rápidas de preparar? O truque consiste em aquecer bem o leite e só depois juntar os flocos de aveia (finos ou instantâneos), não sendo necessário mexer até engrossar. São adoçadas de forma natural com banana ou maçã picada, e o sabor é intensificado com a raspa de laranja ou de limão. Para diversificar, pode adicionar outros ingredientes, como cacau, alfarroba ou manteiga de amendoim.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Migas de Grão com Chouriço Vegan

Gabriela Oliveira, receita do livro “Cozinha Vegetariana Rápida e Prática”

Ingredientes
• 2 cháv. de grão-de-bico cozido
• 2 folhas de couve-galega ou couve kale
• 2 + 1 dentes de alho
• ½ chouriço de soja
• alho em pó, pimentão-doce, orégãos, tomilho e pimenta preta q. b.
• 2 fatias de broa de milho (100g)
• 1 cháv. de folhas de rúcula
• azeitonas q. b. para servir
• sal q. b.
• azeite q. b.

Preparação
1. Escorra o grão-de-bico cozido (se for de conserva, passe-o por água corrente). Corte a couve em juliana; pique 2 dentes de alho e o chouriço.
2. Numa frigideira com um fio de azeite, salteie o alho e a couve até esta ficar tenra; junte o grão-de-bico e o chouriço, e tempere com sal, pimentão-doce, orégãos, tomilho e pimenta preta; deixe cozinhar por alguns minutos e reserve.
3. No processador, deite a broa (cortada em pedaços), 1 dente de alho, as folhas de rúcula e um fio de azeite; triture até obter uma farofa.
4. Deite a broa triturada sobre o grão e envolva bem. Regue com um fio de azeite e sirva com azeitonas.

Nota: Use grão-de-bico cozido em casa pois é muito mais saboroso. Para a versão sem glúten, escolha broa sem glúten e chouriço ou alheira 100% vegetal sem glúten.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições

Publicado em

Arroz-doce

Gabriela Oliveira, receita dos livros “Cozinha Vegetariana à Portuguesa” e “Cozinha Vegetariana Doces e Sobremesas”

Ingredientes
• 1 cháv. de arroz carolino ou semi-integral (200 g)
• 3 cháv. de água (750 ml)
• 1 c. café de sal
• 1 limão (casca)
• 2 paus de canela
• 3 cháv. de leite vegetal
• 1 cháv. de açúcar amarelo
• 1 vagem de baunilha
• 1 pitada de açafrão-das-índias
• 1 c. sopa de amido de milho 
• canela em pó q. b.

Preparação
1. Lave o arroz (para retirar a goma) e escorra. 
2. Numa panela, misture o arroz, a água, o sal, duas casquinhas de limão e os paus de canela; tape e leve a cozer em lume baixo por cerca de 20 minutos ou até absorver a água.
3. Junte o leite, o açúcar, a vagem de baunilha (abra-a ao meio no sentido do comprimento e raspe as sementes do interior) e uma pitada de açafrão (para dar cor); envolva bem e deixe cozer por mais alguns minutos.
4. À parte, dissolva o amido num pouco de água fria; deite na panela e mexa por mais 3 minutos. Retire do lume, descarte os paus de canela, a vagem e as casquinhas de limão, e misture a raspa do restante limão, envolvendo bem.
5. Distribua o arroz-doce por tacinhas e polvilhe com canela em pó.
Sirva frio.

@direitos reservados Gabriela Oliveira/Arteplural Edições